quinta-feira, 17 de julho de 2008

Eu (filho) quase quase com 18 meses

Aqui vai (atenção versão não autorizada pela mama)

Sou lindo, sou espertalhão, sou cheio de manhas e engano toda a gente para fazer o que quero, sou prefecionista -se um brinquedo não é ali eu vou logo atira-lo para o chão, sou "mau-feitio" como diz a mãe e detesto que me contrariem - principalmente quando sei que o que não posso fazer/mexer é divertido, sou uma cabeça de vento sou capaz de me esqueçer da chucha em qualquer lado e depois é tudo de rabo para o ar aprocura e eu na boa, sou meigo mas claro só as vezes que isto de um gajo ser lamechas não é para mim, sou engraçado quando estou cheio de sono e apesar de a mama se passar porque não quero dormir até solta uma gargalhada por causa das minhas caretas.
Adoro os papas, os avos, o porquinho lá de casa que nem me pode ver, adoro carros alias posso dizer que sou completamente doido por eles e não me escapa nenhum, adoro passear - ficar em casa não é para mim, adoro a minha chucha mesmo quando tenho que ralhar com ela por ter desaparecido, adoro a praia mas isso de ir para o mar e ver os peixinhos não é para mim prefiro o aquario, adoro correr e adorava mais ainda se não caisse de vez em quando, adoro fujir da mama ou do papa quando é para fazer alguma coisa que não quero, adoro fazer a vida negra a quem me esta a mudar a fralda e acho graça ver a cara deles a fazer "buack", adoro o gato da vizinha e quando ele foge lá para casa por minha vontade já não saia, adoro miudos e isso a mama ja viu quando esteve lá a prima em casa.
Detesto comer é uma chatice ter que estar tanto tempo sentado, detesto dormir quando há tanta coisa que posso aprender, detesto que me digam "que não" e até acho que podia dar um ataque de comichão a quem inventou essa palavra, detesto não poder fazer disparates (não estavam a espera de um miudo já com fato e gravata bem comportadinho não?), detesto dormir com barulho e irritante tentar concentrar a minha atenção no Reino Já Cheguei e estar a ouvir barulho, detesto estar doente porque das duas uma ou me enfiam coisas pelo nariz ou pela boca (ainda bem que não tenho mais buracos).
Sou um bebe já crescido, falo pelos cotovelos e repito tudo com uma exactidão que ninguém precisa de perguntar duas vezes (o que alias também detesto - repetir-me), já faço muitas coisas sozinho e apesar da minha investida para me tirarem a fralda os papas tem medo que "aconteçe imprevistos"...ha não papas não é imprevisto, é previsto que eu faça qualquer coisa no sitio errado e olha paciencia!
A mama diz que nota tanta diferença daquele bebe que ela segurava tão apertadinho ao peito e ao menino que hoje vê.
Sei que ela sente a minha falta na barriga como eu, sei que é tão giro para eles como para mim o facto de estar a crescer e aprender coisas novas.
E até agora apesar dos sustos e dos precalços que já tivemos, temos tido uma vidinha calma e com muito amor.
Beijo a todas e até manhã

8 comentários:

Cláudia, Pimpo & Pimpa disse...

Amei!
Está lindo.

E gostei imenso de ser a versão não autorizada.

Bjs Cláudia

PatLeal disse...

és um fofinho :)

Xi apertadinho

Ana e Kiko disse...

Malandreco :)

Sofia e Pedro disse...

Olá querida mamã, eu adorei esta versão não autorizada :-)
Enfim, o teu filhote está um charme!
Beijinhos,Sofia,Pedro e Joana

Tânia,Ângelo e Martim disse...

Olá André que texto lindo! Deixa lá apesar da mamã n aurotizar gostei muito e sei que ela tb vai gostar ;)
Adorei a sério! está um espectáculo!

Mara disse...

Olá André!
Eu cá... aposto que os teus pais te amam cada dia que passa um pouco mais... por isto mesmo, por seres quem és! És um fofinho!
Beijocas grandes

Cris disse...

Resumindo tudo.

O teu filho é lindo, e é teu filho!!!

Agora quero a versão autorizada...;)

Bjs

Sofia disse...

Tão lindo!